Roundtables

João Miguel Branco Silva

João Miguel Branco Silva

Dani Silva

Dani Silva

Catarina Hoosseni

Catarina Hoosseni

Salomé Azevedo

Salomé Azevedo

Consultoria na área da saúde

Tirei a minha Licenciatura em Engenharia Biomédica 2001-2006 concluindo posteriormente o MSc em Engenharia Biomédica (2007). Finalizado o curso desenvolvi trabalho como investigador no Instituto de Telecomunicações até ao ano de 2008 no contexto de electrónica médica e processamento de sinal.

Transitei para o contexto empresarial em 2009, através de um breve período em Consultadoria na Novabase, tendo mudado para a Siemens Healthcare no final desse mesmo ano, onde colaborei na área de gestão de projecto no contexto da inovação e qualidade.

Em 2011 mudei para a Medtronic Portugal para desempenhar funções de suporte técnico/cirúrgico na área da Neuromodulação onde adquiri experiência para o actual desempenho de funções de gestão de mercado e produtos no contexto da Neuromodulação. Durante a realização de funções na Medtronic completei o Mestrado Executivo em Gestão de Serviços de Saúde/Gestão de Empresas no período de 2017 a 2020.

Dani Silva, detém o grau de Mestre em Engenharia Biomédica com especialização em Instrumentação e Biomateriais pela Universidade de Coimbra e, atualmente, desempenha o cargo de Product Manager da área de Closure Technologies na empresa de dispositivos médicos B. Braun Medical. Acumula ainda responsabilidades no âmbito da Gestão de Projetos Hospitalares da empresa. 

Foi presidente do Núcleo de Estudantes do Departamento de Física da Associação Académica de Coimbra (NEDF/AAC) entre 2015 e 2017 e Presidente da Comissão Organizadora do ENEEB em 2017.

Mais tarde, foi co-fundador da Associação Nacional de Estudantes de Engenharia Biomédica (ANEEB) onde assumiu o cargo de tesoureiro.

Foi ainda Senador na Universidade de Coimbra e teve a sua primeira experiência profissional no decorrer do mestrado, como Coordenador dos Transportes dos European Universities Games 2018.

A Catarina Hoosseni é Mestre em Engenharia Biomédica e Biofísica pela FCUL e desde a sua entrada na Faculdade que desenvolveu um interesse especial por associativismo, fazendo parte do NE2B2-FCUL, ANEEB e EIT Health Alumni. A Catarina foi também Embaixadora da Speak & Lead e das Carreiras na União Europeia. Durante a realização do seu Mestrado Integrado, teve oportunidade de fazer um estágio de verão no Instituto de Biorobótica em Itália e fez um programa de intercâmbio do EIT Health, onde esteve 2 meses em Copenhaga a estudar na CBS e na Universidade de Copenhaga. A Web Summit, a União Zoófila e o Just A Change foram alguns dos projetos de voluntariado que a Catarina foi tendo. No ano passado, entrou na Novartis como Marketing Trainee e atualmente é Junior Medical Science Liaison.

Salomé Azevedo é a Diretora de Digital Health na VOH.CoLAB, um laboratório de colaboração, sem fins-lucrativos, cuja missão é a de ajudar pessoas e organizações a medir o valor da saúde. Os parceiros fundadores (Universidade Nova de Lisboa, Franhofer Portugal, Vodafone Portugal e José Mello Saúde), criaram este laboratório para acelerar a reestruturação da distribuição prestação de cuidados de saúde sobre Value-based Healthcare, promovendo a capacitação do paciente.

Complementarmente, ela é doutoranda no Programa de Engenharia e Gestão, no Instituto Superiror Técnico, da Universidade de Lisboa, para explorar o determinante da tecnologia digital, o seu risco de inovação e o seu impacto nos cuidados de saúde, e para desenvolver teorias e estratégias que iriam ultrapassar os obstáculos inerentes a este setor.

Recentemente, foi selecionada para integrar o Parlamento de Saúde de Portugal como Deputada da Comissão de Inovação e Valor na Saúde.

Previamente, foi assistente de pesquisa na Católica Lisbon School of Business & Economics, onde atualmente leciona Operações de Gestão e Estratégia Tecnológica. É a Tesoureira, membro do Conselho Admnistrativo e, anteriormente, trabalhou como Gestora de Plataforma na Patient Innovation Association - uma organização sem fins-lucrativos, cujo trabalho se foca na forma como os pacientes e profissionais de saúde desenvolvem soluções para melhorar a condição de vida. Fez um estágio na Carnegie Mellon University, sob a supervisão da User Innovation. Foi membro da Mentor Jury for the Digital Health Ideas Lab “Digital Health Meets Social Needs”, promovida pelo Instituto de  Ludwig Boltzman Gesellchaft. Salomé Azevedo concluiu o mestrado em Engenharia Biomédica, no Instituto Superior Técnico.

Francisco Correia Marques

Francisco Correia Marques

Luís Rita

Luís Rita

Catarina Lourenço

Catarina Lourenço

Mauro Pinto

Mauro Pinto

Investigação/Doutoramento

Tirou o Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica pela Universidade de Coimbra, com especialização em Informática Clínica e Bioinformática. Atualmente, é aluno de doutoramento no Departamento de Engenharia Informática, onde trabalha, com Machine Learning e Algoritmos Evolucionários, na previsão de ataques epilépticos com dados de eletroencefalograma (EEG), e com Machine Learning, na previsão da progressão de Esclerose Múltipla. É Professor Assistente Convidado da Universidade de Coimbra, lecionando a cadeira de Sistemas Informáticos. Noutras andanças, é técnico de som e locutor da Rádio Universidade de Coimbra.

Catarina Lourenço tornou-se Mestre em Engenharia Biomédica - Bioengenharia na FEUP em 2019. Fez o estágio em Erasmus e desenvolveu a sua tese de mestrado no grupo de Clinical Neurophysiology da Universidade de Twente (Holanda). Após a graduação, começou o seu doutoramento nessa mesma instituição, focando-se principalmente na deteção de padrões epileptiformes, em eletroencefalogramas, recorrendo a deep learning. Isto enquadra-se dentro da larga gama de aplicações de inteligência artificial para bio-sinais, incluindo diagnóstico de doenças e prognóstico relativos à sobrevivência de pacientes depois do coma.

Francisco Marques completou a licenciatura em Engenharia Biomédica na Universidade de Coimbra em 2018. No mesmo ano, foi admitido no mestrado em Engenharia Biomédica no ETH Zürich, que concluiu em 2020. Atualmente, é aluno de doutoramento no Laboratório para Biomecânica do Osso, ETH Zürich, onde desenvolve métodos computacionais para análise de imagens de Tomografia Computorizada e histologia no contexto de adaptação e regeneração óssea.

Luís Rita completou o seu mestrado em engenharia biomédica no Instituto Superior Técnico e concluiu o seu doutoramento em Medicina Computacional na Imperial College em Londres.

Co-Fundador da CycleAI. Escritor da “Towards Data Science”. Reconhecido no “Digital Top Talent Under 25”.

Rita Maçorano

Rita Maçorano

Gonçalo Luís

Gonçalo Luís

Miguel Amador

Miguel Amador

Carolina Amorim

Carolina Amorim

Inovação/Empreendedorismo

Engenheira Biomédica, com especialização no ramo da Engenharia Clínica e Instrumentação Médica, nomeadamente na transformação digital deste ramo. Co-fundadora e CEO da NEVARO, empresa spin-off da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, que desenvolve soluções de saúde digital, baseadas na evidência e gamificação, para gestão e terapia da saúde mental. Co-autora de publicações científicas, desde artigos a posters de conferências, na área de reconhecimento emocional através de padrões fisiológicos e comportamentais, bem como de abordagens terapêuticas para distúrbios de ansiedade.

Tirei o curso de Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica na Faculdade de Ciências e Tecnologia na Universidade Nova de Lisboa. Durante o curso fui presidente do Núcleo de Biomédica da Nova e coordenei a organização do XI ENEEB. Realizei a minha tese de mestrado em investigação, no CTN/IST. Realizei um estágio de verão com a Luz Saúde, e posteriormente, quando terminei o curso comecei a trabalhar no Hospital da Luz Learning Health – empresa do Grupo Luz Saúde dedicada à formação, investigação e inovação, na qual estou a trabalhar há 3 anos. Neste momento coordeno a área de inovação em que procuramos criar um ecossistema de inovação aberta e promover inovação interna.

Miguel Amador é o responsável do EIT Health em Portugal, uma rede europeia com 150+ parceiros entre academia e industria, dedicada à inovação em saúde e envelhecimento activo. É também fundador da Pi Ventures, dedicada à construção de empresas de saúde digital, estando a lançar vários projectos desta a área de regulação de dispositivos médicos, terapias digitais, ou apoiar na transição para trabalho remoto das empresas. Anteriormente foi Director de Operações da UTRUST, e Gestor dos programas de Tecnologias de Saúde e Nanotecnologias da Startup Braga. Frequentou o doutoramento em Bioengenharia de Sistemas no Instituto Superior Técnico, em Lisboa, no âmbito do Programa MIT Portugal, com um foco nas Políticas Públicas de promoção de inovação em Saúde, tendo por base dados do mundo real. Em 2014 recebeu uma bolsa Fullbright para investigar no MIT Center for Biomedical Innovation. É também Presidente do EIT Health Alumni, a maior comunidade de inovadores em saúde na Europa, numa actividade associativa que começou há largos anos no NEBM fazendo parte de várias direcções durante o seu percurso em Engenharia Biomédica no Técnico, no qual liderou a organização de 2 ENEEB e sobreviveu a muitos mais.

Carolina é a cofundadora e CEO da EMOTAI, uma startup que visa melhorar o desempenho humano com o uso da neurotecnologia. Antes de fundar a EMOTAI, Carolina fez investigação em computação fisiológica com aplicações em design de produtos. Ainda na universidade, ela liderou uma startup baseada em biossensores de papel para detecção de contaminantes na água, que recebeu a atenção da UNICEF. Mais recentemente, foi Coordenadora de Relações Públicas da organização sem fins lucrativos, BEST, ajudando a promover a educação e o networking para estudantes de tecnologia na Europa. Carolina tem um mestrado em Engenharia Biomédica da NOVA University of Lisbon, com ênfase em imagem médica e processamento de sinais.